História de meu avô: Ijarras Santana

Minha Vida – Ijarras Vieira Santana

 

A seguir eu, Maurício Solfa, escrevo na íntegra sem modificação de palavras ou frases o relato verídico do próprio Ijarras, meu avô. Entrevista realizada no ano de 2005 no mês de julho.

 

 

Vida em Sergipe.

 

Nasci em Sergipe e passei o início de minha vida lá. A vida em Sergipe era o seguinte: nós morava na roça, trabalhava na agricultura. Como criança eu também trabalhei mexendo em fábrica de farinha, essas coisas, e a vida lá era muito difícil, não tinha médico não tinha Padre, a religião nossa foi criada pela nossa própria família. Eu já nasci cristão, fui batizado. Morava no sítio e a vida era uma vida de pobre sem recurso nenhum, não existia recurso, o remédio lá era chá. Não tinha dizê: você fica doente você vai no médico.

Nós crescemos em onze irmãos, mais na família nasceu dezenove, então morreu oito. Porque não tinha trato. Os que ficavam doente e não sarasse com chá ou alguma outra coisa, morria. Então a vida em Sergipe era dessa maneira.

E tem outra coisa, quando e cheguei aos dez anos eu comecei a trabalhar com tropa junto com meu irmão mais velho. E trabalhava com essas tropas. E os antigos tinham um negócio que no fim do mundo ia vir a  besta fera. (mais…)

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 4.387 outros seguidores